Página em atualização … … …

Memórias dos operacionais da intervenção na catástrofe 31 de outubro de 1997 na Ribeira Quente, Povoação – Açores

Pretende-se colocar não só a comunidade científica, mas também os agentes de proteção civil, os órgãos de soberania regionais/locais, os professores dos ensinos básico e secundário e a população em geral, a refletir sobre o que fazer em caso de situações de catástrofe provocadas pela manifestação do risco de movimentos em vertentes, aprendendo com o passado para melhorar o presente e o futuro, bem como para tomarem consciência de que a frequência e a intensidade destes eventos geomorfológicos excecionais terão tendência para aumentar no futuro e afetar um número crescente de pessoas e bens.